Página
Principal

A chave para o desenvolvimento socialmente sustentável é a participação, a organização, a educação e o fortalecimento das pessoas. É por isso que um dos desafios do Ponto Org é fazer com que as comunidades organizadas ganhem força para realizar seu trabalho, promovendo e comercializando seus produtos, garantindo àquela comunidade geração de renda e dignidade. Prestigiar a rtesãos brasileiros e projetos sociais, em demanda de uma economia mais solidária e justa, é um dos nossos desafios.

Exposição coletiva de artesanato social

O artesanato como instrumento de inserção social.

Produtos artesanais produzidos por grupos organizados, cooperativas, associações, entidades do terceiro setor, com a reutilização de materiais e/ou produzidos com matéria-prima reciclada.

Parcerias permanentes

Cooperativa Nós da Trama - Tecelagem Manual Fundada em 1984 reúne hoje 20 mulheres no trabalho de criação, produção e comercialização de tecidos artesanais elaborados a partir de diferentes fios e fibras como algodão, juta, rami, taboa, sisal.Panos e Mangas: associação de tecelagem manual, surgida a partir de curso de capacitação realizado pela Cooperativa Nós da Trama.

Associação Artesãs Marianas - “Cestaria Botânica” Grupo de mulheres da comunidade de Queimados que confeccionam cestaria com fibras de piaçaba e buriti.

Projeto Arte Ação Ambiental – Nasceu da preocupação do Museu de Arte Contemporânea em ampliar sua atuação junto a diferentes grupos sociais. O objetivo é possibilitar aos jovens profissionalização, educação artística e ambiental. Isso acontece por meio das oficinas de Papel Artístico Artesanal, de Texto, de Jogos Neoconcretos, entre outras atividades..

Oficina de Papel Artístico Artesanal - trabalha a criação, desenvolvimento e produção de papéis e objetos utilitários a partir da reciclagem de papel, com os jovens da comunidade do Morro do Palácio – Niterói RJ.

Ong “Guardiões do Mar”: Cooperativa Modelarte – Ateliê “Mulheres das Pedrinhas” - bolsas criadas reutilizando sobras de confecções. Cooperativa Manguezarte – dedoches confeccionados com reaproveitamento de materiais.

CDDH – Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis - Projeto Filhos da Terra - quadros e cartões ecológicos com reaproveitamento de elementos naturais. Cartilha e vídeo da "A Carta da terra”.

Ação Comunitária Brasil RJ - arte em jornal, bonecas e cerâmica. Porta-jóias, porta-retratos produzidos com reaproveitamento de jornal, bonecas e cerâmicas.

Cooperativa Abayomi - Bonecas com sobras de pano sem utilização na feitura de cola ou costura.

Tranças e Tramas de Barra do Furado
Barra do Furado localiza-se na Costa do Sol, Norte Fluminense. Seus coqueirais justificam a fama do município do qual faz parte. Quissamã, maior produtor de coco do Estado do Rio de Janeiro e o trançado de fibra uma forte expressão do artesanato morte fluminense.
De geração para geração, o trançado da fibra é repassado. Além da técnica, as famílias replicam conceitos de preservação ambiental, de extrema relevância para os artesãos. Afinal, é da natureza que a população retira o seu sustento – entre aqueles que trabalham com a taboa, são cerca de 200 beneficiados produzindo produtos como: bandejas, caixas, cachepots, capachos, jogos americanos, chapéus, pulseiras, entre outros produtos.

Elisa Marques - Bonecas negras em papel machê

Ana Luz - Reaproveitamento de papel revista. Bijuteria e bolsas.

Eponina Sanches - Reaproveitamento de retalhos Almofadas, colchas e outros itens feitos com reaproveitamento de retalhos – Porciúncula RJ.

Arte em Jornal por Ednelson Santos – cestos, jogos americanos, porta retratos, porta jóias. Ótimos produtos para serem usados como brindes.

Máscaras de papel machê por René Amaral

Projeto Aprender para Viver Melhor – Programa de Educação que visa levar para a Comunidade Phídias Távora – Pavuna. Parceria com a Associação de Moradores e a FMC CBV.

Sacola Retornável - Produzida a partir da reutilização de sacos de juta: uma alternativa aos sacos plásticos, segundo os princípios do consumo consciente. Produzida pelo Ponto Org e utilizada como embalagem para os produtos da feirinha orgânica, o cliente que ‘retorna com ela' , com a sacola retornável , tem 5% de descontos nos produtos.

Camisetas educativas de algodão orgânico - Sem uso de corantes, sem agrotóxicos apóia a agricultura familiar (várias cooperativas, associações e artesãos são contemplados por este projeto). Produção Ponto Org.

Exposição de artes plásticas:

Artista plástica Moema Branquinho - trabalhos em mosaicos -

Artista plástica Renata Sgarbi - trabalhos a partir de reaproveitamento de materiais Projeto Arte Ação Ambiental - cartilhas inspiradas na literatura de Cordel

Todo sábado de 8 às 17h no Ponto Org.

Economia Solidária